Uma das  mais interessantes cidades do mundo, num continente cheio de vida natural e diversidade cultural, você mergulhará de cabeça no aprendizado do idioma, aprendendo com muito mais rapidez e desenvolvendo uma pronúncia bem mais apurada. Estas são apenas algumas das vantagens de fazer um curso de inglês em Cape Town ou em qualquer outra cidade de língua inglesa com boas escolas.

Clima

O clima da Cidade do Cabo é mediterrânico de Verões amenos, com as estações do ano bem definidas. O Inverno começa no mês de Junho e acaba em Setembro.

Estes meses são frescos e úmidos, sendo que a temperatura média do mês mais frio durante esta época do ano é de 12,5 °C. O Verão começa em Dezembro e acaba em Março. Esta época do ano é amena e seca sendo a temperatura média do mês mais quente 21,5 °C.

Custo de vida

O custo de vida na África do Sul é bem atraente se compararmos a outros destinos de língua inglesa. É 25% mais barato que São Paulo. Um Big Mac custa R$ 13,00 reais.

A moeda da África do Sul é o Rand.

Bancos na África do Sul abrem das 09h00 às 15h30 durante a semana e das 08h30 às 11h00 aos sábados.

Os cartões de crédito.

Todos os principais cartões de crédito são aceitos em hotéis, restaurantes e lojas da África do Sul.

Passeios

Estudar em Cape Town e passeios

– Informações sobre Visto:

Brasileiro não necessita de visto para permanência de até 90 dias.

Demais países que não precisam de visto: Alemanha, Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Brasil, Canadá, Chile, Dinamarca, Equador, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Grécia, Islândia, Irlanda, Irlanda do Norte, Israel, Itália, Jamaica, Japão, Liechtenstein, Luxemburgo, Malta, Nova Zelândia, Noruega, Nova Zelândia, Países Baixos, Paraguai, Portugal, Reino Unido, Santa Helena, Suazilândia, Suécia, Suíça, Uruguai e Venezuela .

O que fazer em Cape Town:

Table Mountain:

A Table Mountain é um complexo de montanhas, marco turístico e histórico da África do Sul, situado na província de Western Cape. Seu pico atinge 1.086 metros de altura. Existem mais de 500 trilhas guiadas na Table Mountain, mas pode-se chegar ao topo através de um teleférico. Excelente para piqueniques. A magnífica vista panorâmica da Cidade do Cabo é de tirar o fôlego. É possível ver também a Table Bay e a Robben Island.

Robben Island

A ilha Robben, onde Nelson Mandela – o primeiro presidente da África do Sul eleito por sufrágio universal em 1994 – e seus companheiros estiveram encarcerados durante mais de duas décadas, foi inscrita pela UNESCO na lista dos lugares que são considerados Património da Humanidade em 1999.

Camps Bay

Camps Bay fica a poucos minutos da Table Mountain e com acesso pela continuação da M62, através da Camps Bay Drive. É uma das praias mais badaladas da região, com diversos restaurantes, hotéis e mansões. É também uma das mais bonitas, pois está cercada de grandes montanhas, como a Lion’s Head à direita e a cadeia montanhosa Twelve Apostles ao fundo. Camps Bay é um ótimo lugar para almoçar, curtir a praia e também o agito noturno, principalmente no verão.

V&A Waterfront

No V&A Waterfront há muitos restaurantes, museus, shoppings, marcos históricos e atrações. O nome vem da Rainha Victoria da Inglaterra e de seu filho Alfred. Com mais de 400 lojas, 200 restaurantes, museus e cafés, é impossível usufruir de todas as atrações em um único dia.

Chapman’s Peak Drive

Chapman’s Peak Drive, uma rodovia que tem início no costão esquerdo de Hout Bay e que passa ao redor das montanhas que servem de cenário para a praia. Ao longo do caminho sinuoso e de faixas estreitas na encosta da montanha, há alguns mirantes para estacionar o veículo e curtir o visual panorâmico lá do alto, quase na beira de um abismo. Dirigir pela Chapman’s Peak Drive é uma experiência única e imperdível! No post “Cidade do Cabo – Hout Bay, a estrada Champan’s Peak Drive e pinguins em Boulders” há mais detalhes sobre Hout Bay e muitas fotos da estrada na montanha.

Cape Point

O famoso Cabo da Boa Esperança, que fica numa área também conhecida como Cape Point. É preciso percorrer mais de 30 km após sair da estrada na montanha, num caminho pelas rodovias M6 e M4, até chegar na entrada do Table Mountain National Park, o parque onde está localizado Cape Point. Ao longo do caminho já da ter uma noção das belas paisagens da região. A entrada no parque custa 80 rands e recomendo pegar um mapa para se guiar, porque a área é muito extensa. Em Cape Point há duas atrações principais a serem visitadas: a famosa placa do Cabo da Boa Esperança, que está localizada na beira da praia; e o farol, que fica no ponto extremo da Península do Cabo. Para acessa-lo é preciso subir uma montanha a pé ou através de um trem funicular. Lá do alto a vista é incrível! Informações completas sobre o passeio em Cape Point podem ser encontradas no post “Cidade do Cabo – O Cabo da Boa Esperança e Babuínos na estrada“.

Boulders Beach

Boulders Beach, uma pequena praia na costa leste ao sul da Península do Cabo, muito famosa por ser o local que os pinguins africanos escolheram para ser sua colônia reprodutiva. A observação dos pinguins pode ser feita na beira da praia, com acesso pago, ou por uma passarela no meio da mata, de forma gratuita.

Centro de Cape Town

Faça um passeio começando pelo Castle of Good Hope, o principal museu da cidade, localizado no edifício mais antigo da África do Sul, um antigo forte construído pelos holandeses em 1679. A área do museu abriga uma grande coleção mostrando como era o estilo de vida dos colonizadores da colônia do Cabo, com dezenas de pinturas, artes decorativas, mobiliário, prataria, louças e muitos outros objetos utilizados antigamente.

Entre os outros museus localizados no centro da cidade estão o District Six Museum, o SA Museum e também a South African National Art Gallery, a galeria nacional sul-africana, que pode ser acessada após uma caminhada pelo Company’s Gardens, um grande jardim que tem início na esquina da Wale Street com a Adderley Street.

Uma das principais ruas do centro da Cidade do Cabo é a Long Street, conhecida pelo comércio popular e também pelo agito de seus bares e restaurantes. Próximo à ela está o Greenmarket Square, um mercado popular de rua, com várias barracas espalhadas pela praça, vendendo basicamente artesanato local, como pinturas, esculturas, ovos de avestruz pintados, entre outras coisas. Outra rua de comércio bem conhecida é a Kloof Stret, uma continuação da Long Street. O passeio pelo centro da cidade pode terminar com uma volta pelo bairro Bo-Kaap, que pertence à comunidade muçulmana e é famoso pelas suas casinhas coloridas.

Stellenbosch

Stellenbosch foi fundada pelos holandeses em 1679 e considerada a maior região produtora de vinhos da África do Sul. Ela está localizada a 40 minutos do centro da Cidade do Cabo, num caminho de 50 km pela rodovia N2, a mesma que leva ao aeroporto internacional, que está bem no meio do caminho entre as duas cidades.

São mais de 400 vinícolas só em Stellenbosch, dos mais variados tipos e tamanhos, de pequenas e coloniais a grandes e bem desenvolvidas. Na maioria delas pode-se fazer degustação de vinhos e em algumas é permitido conhecer o processo de produção.

Transportes

Os ônibus operam de manhã até tarde da noite entre Sea Point e o V & A Waterfront.

Vans

As Vans para Sea Point, Camps Bay, Green Point ou centro da cidade são uma ótima opção que funciona durante o dia. O preço médio das vans são em média 7 rands. Eles são fáceis de achar em toda cidade. Tudo o que você precisa saber é para onde está indo.

Táxi

Este é um conveniente serviço. Custa 11 rands por km e aconselhamos os alunos a fazer uso deles a noite em que o transporte público não é tão frequente.

Aluguél de Carro

África do Sul tem uma ótima rede rodoviárias, em sua maioria asfaltadas e bem sinalizadas. O limite de velocidade é 120 kmh em estradas e aprox. 60 kmh dentro da cidade. Alugar um carro é uma ótima opção para fazer os passeios.